As Ilhas Shetland na Escócia foram o berço da raça, obtida à partir de cruzamentos do Border Collie com cães pequenos, inteligentes e de pelagem longa, já existentes nas ilhas, além do Collie Escocês. Foi desenvolvido para pastorear ovelhas e, em 1914, teve trocado o seu nome de Shetland Collie, para Pastor de Shetland.
Muito leal, afetuoso e dedicado ao dono, mostra-se reservado com estranhos, embora não a ponto de demonstrar medo ou se encolher.
Clique aqui para voltar para as Raças de Companhia